“Mobile Legends: Bang Bang” entra no mercado de eSport Brasileiro.

“Mobile Legends: Bang Bang” é um jogo mobile multiplayer online battle arena (MOBA), desenvolvido e publicado pela Shanghai Moonton Technology. Com cerca de 26.2 milhões de usuários segundo a NewZoo, o Jogo tem se tornado muito popular no sudeste da Ásia, mas a desenvolvedora não busca apenas o mercado asiático, pelo contrário, visualiza grande potencial no Brasil, inclusive, lançou oficialmente o “Mobile Legends: Bang Bang (MLBB) Brazil – #MPLBR” um circuito competitivo com premiação de $30.000 (trinta mil dólares).

O interesse da desenvolvedora no mercado brasileiro não é aleatório: mercados subdesenvolvidos como o Brasil, fazem com que o consumo de jogos mobile seja maior que Console ou PC.

Segundo dados atualizados da NewZoo em 06.07.2021, o Brasil gera um rendimento total de $2.29 bilhões de dólares no mercado de vídeo games, sendo que a maior concentração está em jogos mobile, $1.08 bilhões de dólares. Ainda, em usuário, o Brasil tem um total de 92.4 milhões de jogadores ,sendo que 88.4 milhões dos jogadores são mobile.

Apesar de o mercado brasileiro ser altamente consumidor de jogos mobile, o “Moblie Legends: Bang Bang”, segundo a NewZoo ainda está muito longe de ser o preferido entre os brasileiros, ocupando a posição 41ª, logo atrás de “Call of Duty: Mobile” e muito distante do preferido entre os brasileiros o “Free Fire” que está na 6.ª posição do ranking.

Independentemente da posição dos jogos no mercado brasileiro, é fato que desenvolvedoras valorizam o mercado de eSports no Brasil, prova disso é a Riot Games que, após lançar o jogo “Wild Rift”, anunciou uma liga dedicada ao Brasil, agora temos a “Moonton Tachonology”, comprovando a importância do mercado de eSport na nossa economia, mas não apenas a importância dos times e jogadores, como também todo o consumo, circulação de pessoas, diversão e entretenimento que o setor gera e pode gerar com investimentos, patrocínios e apoio seja dos setores privados ou públicos para nosso país.

A ansiedade não é sua inimiga

É muito comum ver atletas e outras pessoas do meio esportivo falando sobre ansiedade de uma forma negativa, como se ela estivesse sempre envolvida em performances abaixo do esperado.

Mas você sabia que a ansiedade é, na verdade, apenas uma emoção natural e que, sem ela, um jogador não consegue desempenhar no seu máximo potencial?

A ansiedade está envolvida em um processo de ativação, de “ligar” seu cérebro e seu corpo. Quando muito baixa, você pode se sentir lento, sem vontade, iniciativa ou motivação em uma partida. Entretanto, como você já sabe, ansiedade demais também atrapalha, podendo levar a uma queda no seu tempo de reação, dificultar tomada de decisões e muito mais.

Ou seja, a relação de ansiedade e performance é a seguinte:

(Retirado de: http://www.carloseduardorosa.com.br)

Encontrando o nível certo de ansiedade

Mas e como chegar no seu melhor nível de ansiedade? Esse processo envolve desenvolver o seu autoconhecimento, compreender melhor as suas emoções e aprender técnicas práticas que podem aumentar ou diminuir a sua ativação.

Técnicas de respiração, por exemplo, podem ser um caminho. Respirações longas e pausadas tendem a acalmar o corpo e mente, enquanto uma respiração curta e rápida pode te deixar em um estado mais alerta. Mas tudo precisa ser testado e treinado antes e, para isso, um psicólogo do esporte pode te auxiliar.

Psicologia nos eSports

Profissionais da psicologia têm conhecimentos específicos sobre saúde mental e comportamento humano que caminham diretamente em direção à regulação emocional e ao nível de ativação.

O psicólogo irá ajudar o atleta a reconhecer seus padrões emocionais, gatilhos e sinais de que sua ansiedade está muito alta ou baixa, além de desenvolver, em conjunto com o atleta, formas de navegar por essa relação de performance e ansiedade.

Para saber mais sobre a psicologia nos eSports, siga @gbboost nas redes sociais!

Escrito por: Matheus Schneider do Valle

Estudante de psicologia e criador da Gaming Brain Boost, um projeto de psicologia nos eSports.

Para saber mais, acesse:https://gbboost.wordpress.com/sobre/ ou acompanhe no Instagram, YouTube e Twitter.